expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A Lagoa Dourada II

Lagoas sempre surpreendem e dão ótimas fotos. A Lagoa Dourada não é exceção. Além de ser um lugar deslumbrante, possui uma rica fauna e uma encantadora flora.
É um lugar que todos os que gostam de natureza preservada deveriam ir para conhecer.


Essa foto tirada bem de longe nos dá uma noção de como o capim navalha tomou conta de boa parte de sua margem, chegando a alcançar até 3 metros de altura e 80 metros para dentro da lagoa.
Entre esse capim se esconde o perigo da lagoa: jacarés e cobras, entre elas, a sagaz sucuri que, na região, pode chegar aos cinco metros.
Bem, aguardem nos próximos artigos, novidades da vida selvagem e conheçam lugares espetaculares.
Um grande abraço!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A Lagoa Dourada

A Lagoa Dourada localiza-se a uns 35 km da cidade de Paraopeba, Minas Gerais.
Possui extensão média e está em boas condições de preservação, até mesmo porque grande parte de sua margem está tomada por capim navalha de grande porte, impossibilitando, assim, o acesso à ela.


Suas águas são límpidas, conforme se pode ver na foto acima. É repleta de vida, principalmente peixes, entre eles, traíras, dourados, curimatás, etc. Tem também répteis como jacarés e sucuris de médio porte.
Veja nas fotos a seguir um pouco do que a natureza nos presenteou:



Esse bosque de pinheiros nos faz sentir pequenos diante da natureza.



Para conseguir fotografar esse pôr-do-sol tivemos que subir em uma árvore para visualizar a lagoa. Veja mais:



É incrível o que um arrebol mexe com nossas emoções.
É isso que precisa ser preservado. Não são meras palavras que vão mudar isso. É a necessidade de ter o privilégio de vislumbrar isso no futuro. Todos nós merecemos. Todos nós temos a responsabilidade, não importa quem sejamos ou o que façamos, temos o dever de contribuir para a existência do amanhã, da natureza pura, preservada para nós mesmos e para aqueles que virão.
Um grande abraço!



sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Frutas do cerrado III

A variedade e riqueza encontrada no bioma cerrado ainda é desconhecida da maioria das pessoas, até mesmo daquelas que vivem bem próximo dele. As frutas são uma pequena amostra do quanto existe para ser descoberto, desvendado , estudado e, principalmente PRESERVADO.

                                                                                            Goiabinha do mato

A goiabinha do mato tem um sabor delicioso, um pouco mais ácido do que a goiaba normal, possuindo maior teor de vitamina C. É um arbusto de mais ou menos 70 cm de altura, com folhas verde claro, aveludado. Serve de alimento para pássaros e insetos.

                                                                                                          Ananás

O ananás é uma bromeliácea, parente próximo do abacaxi, porém, de tamanho reduzido. Gosta do bioma médio cerrado e lugares secos, só recebendo água da chuva e do orvalho noturno. Seu fruto é  mais azedo do que o do abacaxi, mas com sabor bem parecido. Dá um ótimo suco.

Quanto mais andamos pelo cerrado, mais nos admiramos da vida contida ali, mais nos certificamos da urgência de preservar, de cuidar para que a vida continue seu ciclo maravilhoso sem a interrupção humana.
Um grande abraço!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Frutas do cerrado II

Conhecer o cerrado, inclui a delícia de conhecer sua frutas saborosas e lindas de se ver.

                                                                                      Marmelo de cachorro

Esta fruta, quando madura, perde um pouco do charme, pois, fica preta e um pouco mole, mas tem um sabor interessante, não muito doce. É um alimento extraordinário para pássaros, micos e até do famnoso lobo guará.


                                                                                                      Sucupira

O fruto da árvore Sucupira, tem uma estética triangular, parecendo uma noz, porém não é comestível, sendo suas sementes usadas, de acordo com a medicina popular para fins terapêuticos. Aqui está uma espécie ameaçada de extinção, visto sua madeira ser muito resistente e usada para fabricação de móveis.
Esta cápsula de sementes contém, se devidamente colhida e plantada, a salvação dessa vistosa espécie, cabendo, não só às autoridades, mas a cada um de nós o dever de preservar e disseminar a idéia de replantio. Fica aqui um alerta! Um grande abraço!